+55 11 2935-0469 / 4564-2802 / 3645-0428 / 97687-2635 Whatsapp comercial@brokercomex.com.br

Desde o começo do ano passado, com a pandemia do coronavírus, o mundo precisou parar e foi preciso reajustar muitos serviços, projetos e planos previstos para os próximos meses. Contudo, o que imaginávamos que levaria pouco tempo se estendeu e já somamos mais de 18 meses de medidas restritivas, redirecionamentos e replanejamentos. Na área de logística internacional não foi diferente.

Muitas mercadorias que seriam importadas ou exportadas precisaram ser retidas nos portos ou até mesmo nos transportes de cargas, sem direcionamento para os locais de destino. Além disso, funcionários de portos foram infectados, assim como aqueles que fazem o transporte dos contêineres. Essa situação forçou as empresas a traçar novas estratégias para fazer com que o mercado, que estava em plena expansão, voltasse a ser movimentado.

Como o mundo precisou mudar, a logística internacional também mudou. Foram precisos novos procedimentos, principalmente sanitários para evitar contaminações, e as tarifas seguiram no mesmo ritmo. Houve aumento no frete internacional e, consequentemente, um impacto maior no custo do produto final.

Fretes mais altos

No trecho China-Brasil (porto de Santos), por exemplo, o frete dos contêineres que custava cerca de US$ 2.500 (R$ 12,9 mil) chegou a ter o valor quadriplicado, segundo dados da Shangai Containerized Freight Index. É um aumento que impacta diretamente toda a cadeia e gera desconforto tanto para os empresários quanto para os consumidores que sentem, na outra ponta, os efeitos do aumento.

Para os próximos meses, a tendência é de que o frete continue em alta, sem previsão para retomar ao patamar registrado antes de pandemia, até mesmo porque muitos contêineres estão em falta.

Com inspeções rigorosas e critérios para desembarque de mercadorias cada vez mais específicos, com quarentenas longas, muitos contêineres ficaram parados em portos, o que gerou uma certa demora na movimentação de mercadorias. Com a situação sendo ajustada aos poucos no mundo, a demanda está muito grande e a falta de contêineres já é uma realidade, principalmente na Ásia.

Assessoria aduaneira

Com este cenário, é ainda mais importante contar com parceiros que consigam prever eventualidades e sejam capazes de direcionar seus clientes para caminhos favoráveis.

A Broker Comex acompanha de perto, desde o início da pandemia, o cenário mundial e consegue avaliar algumas situações que podem facilitar as negociações e desenrolar das estratégias comerciais.

Se você tem dúvidas, entre em contato com nossos especialistas. Podemos traçar um planejamento que seja interesse ao seu negócio sem causar grandes impactos.