+55 11 2935-0469 / 4564-2802 / 3645-0428 / 97687-2635 Whatsapp comercial@brokercomex.com.br

A pandemia do coronavírus segue trazendo prejuízo para o Comércio Exterior. Agora, a preocupação é com as embarcações que estão presas em portos importantes para o abastecimento mundial, como a China.

Muitas mercadorias estão sem movimentação porque um novo surto de coronavírus naquele país está dificultando a entrada e saída dos contêineres.

Segundo reportagem publicada pela CNN, o caos começou em maio com o cancelamento de voos e lockdown na província de Guangdong, no sul da China. Contudo, no mês seguinte, a situação já estava um pouco melhor, com a liberação de algumas embarcações, o que ainda não foi totalmente reestabelecido e segue em passos lentos.

Os portos de Ningbo-Zhoushan e Xangai movimentaram, em 2020, cerca de 1,17 bilhão e 510 milhões de toneladas, sendo considerados os maiores portos do mundo. Os dois locais foram atingidos duramente por um tufão, no mês passado, e também sofreram as consequências da Covid-19. Agora, com a variante Delta ganhando proporção, as operações ainda seguem reduzidas.

Grande parte dos portos está exigindo testes em toda a tripulação, forçando os navios a permanecerem nos locais até a confirmação dos resultados. Além disso, muitos países têm exigido que os navios permaneçam em quarentena de até 28 dias, atrasando ainda mais o percurso.

Especialistas em Comércio Exterior preveem dificuldade até o fim do ano, principalmente para quem aguarda mercadorias para suprir a procura do Natal. De acordo com as previsões, muitos contêineres não devem chegar a tempo da data.

Compra com antecedência

Como é de praxe, as importações de produtos para o Natal começam muitos meses antes da data para garantir que tudo esteja organizado em dezembro. Porém, a realidade tem sido outra, trazendo preocupações para quem trabalha com isso.

Com as mercadorias paradas nos portos, a alta demanda dos EUA, e novas variantes do coronavírus, não é possível dizer quando os contêineres chegarão aos seus destinos.

Os congestionamentos também foram verificados nos portos de Los Angeles, Vietnã, Long Beach, Rotterdam e Antuerpia. 

A orientação dos especialistas é para que os consumidores já comecem a procurar e “estocar” os presentes de Natal, porque ainda não é possível saber quando a situação ficará melhor.

Broker Comex

A Broker Comex é especialista em logística internacional e assessoria aduaneira. Se você tem encontrado dificuldades com o transporte das suas cargas, entre em contato com o nosso time de especialistas e, juntos, encontraremos a melhor solução para o seu negócio.

Esse conteúdo foi útil para você? Compartilhe com mais pessoas!