+55 11 2935-0469 / 4564-2802 / 3645-0428 / 97687-2635 Whatsapp comercial@brokercomex.com.br

      O governo brasileiro está testando uma nova ferramenta, 100% digital, que vai ajudar micro, pequenas e médias empresas a entrar, cada vez mais, no mercado de exportação. Com o novo serviço, ainda em desenvolvimento, o empreendedor conseguirá fazer um autodiagnóstico de maturidade exportadora e o programa gerará um relatório com um plano de ações para essa internacionalização.

      Essa ferramenta foi baseada no Plano Nacional da Cultura Exportadora, o PNCE, que é coordenado pelo Ministério da Economia.

      Esse é o assunto do artigo de hoje. Se você tem interesse em iniciar a operação no comércio exterior, continue a leitura!

      O que é o PNCE?

      O Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE) foi lançado pelo Governo Federal e teve a digitalização financiada por meio de uma parceria com o governo do Reino Unido. O objetivo é estimular a exportação, fazendo com que novos empresários tenham interesse nesse mercado, aumentando a base de exportadores brasileiros.

      Com o PNCE, o processo de internacionalização deve ser padronizado e beneficiar, de forma estratégica e assertiva, todas as empresas, seguindo a metodologia do plano.

      Nova ferramenta 100% digital

      O novo serviço apresentado pelo governo no final de outubro permite que qualquer empresa, independente do porte, setor ou região do País, realize um diagnóstico sobre sua maturidade para exportar, ou seja, se está pronta para atuar fora do Brasil. Assim que estiver concluído, esse sistema gerará um plano com diversas ações a serem colocadas em prática para expandir os negócios.

      A ferramenta fará parte de uma plataforma on-line que oferecerá outros serviços, desde orientações para realizar o contrato até logística, com informações sobre inteligência de mercado e financiamentos.

      De acordo com o governo brasileiro, a plataforma, que vai viabilizar as exportações em um só lugar, será pioneira na América Latina.

      Planos para 2022

      A plataforma que vai abrigar todas as informações referentes ao PNCE tem o lançamento previsto para o primeiro semestre de 2022.

      O Ministério da Economia espera que, com essa solução digital, os empresários tenham uma jornada de exportação totalmente digital e completa, reduzindo tempo e custos de transações.

      Como ingressar no PNCE?

      O empreendedor que deseja fazer parte do Plano Nacional da Cultura Exportadora deve preencher o Perfil Empresarial disponível no site do Siscomex, disponível aqui.

      Exportações no Brasil

      O Brasil possui cerca de 28 mil empresas exportadoras, segundo o Ministério da Economia. Em 20 anos, esse número cresceu 60%, demonstrando que a internacionalização já faz parte da estratégia das empresas.

      Sabemos que a legislação, burocracia, barreiras comerciais, entre outros fatores, geram alguns entraves para quem quer iniciar a operação fora do País, por isso, programas como o PNCE devem ser celebrados e acompanhados.

      A internacionalização é um ótimo caminho para quem quer expandir os negócios, principalmente para micro, pequenas e médias empresas. Se você tem interesse nessa estratégia, a Broker Comex está disponível para ser uma parceira nesse novo passo. Conte com nossos consultores!

      Com informações do Portal Gov.br